quarta-feira, setembro 02, 2009

Guatemala condena ex-militar a 150 anos de prisão pelo desaparecimento de indígenas

No PÚBLICO: "A Guatemala condenou pela primeira vez um antigo militar pelos crimes perpetrados nos 36 anos de guerra civil, em que dezenas de milhares de pessoas foram mortas e desapareceram por acção do Exército. A sentença, proferida segunda-feira contra o antigo comandante Felipe Cusanero, é de 150 anos de prisão, 25 anos por cada um dos camponeses indígenas que foi dado como culpado por ter feito desaparecer sem deixar rasto, entre 1982 e 1984. Cusanero, hoje na casa dos 60 anos, foi julgado no pequeno tribunal de Chimaltenango, a uns 40 quilómetros da Cidade de Guatemala, não longe do local onde os seis camponeses desapareceram e onde comandava um grupo de 40 soldados pelo início da década de 1980." [notícia completa]

2 comentários:

Ivã disse...

Parabéns pelo blog! Vou colocar um link de vocês no meu blog de Indigenismo e Meio Ambiente, o Mirakatu. Acessem: www.mirakatu.wordpress.com
Abraços,Ivã

Dri Viaro disse...

oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar bom dia
bjsss

aguardo sua visita :)