terça-feira, agosto 19, 2008

Nova ministra do Paraguai foi escrava quando criança

No Globo Online: "O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, indicou uma mulher de origem indígena, que diz ter sido capturada na selva e vendida como escrava quando menina, para ser a ministra para Assuntos Indígenas do país. Esta é a primeira vez que um membro da comunidade indígena é indicado para cuidar das questões destes povos no Paraguai. Margarita Mbywangi prometeu proteger as comunidades, mas alguns de seus líderes manifestaram temores de que ela dê tratamento preferencial a sua própria tribo. A eleição de Fernando Lugo, empossado na sexta-feira, pôs fim a mais de 60 anos de dominação do Partido Colorado, e em seu Ministério ele parece empenhado em demonstrar uma ruptura decisiva com o passado. Mbywangi, de 46 anos, é uma chefe Ache com uma longa história de ativismo para defender os interesses de sua tribo." [notícia completa]

1 comentário:

Pingo D'Água disse...

Adorei o teu blog assim como a relevância do tema.
Sill