segunda-feira, maio 16, 2011

Funai não libera índia para ir à ONU criticar usina

No Diário do Nordeste: "A Funai impediu o afastamento de uma socióloga indígena que iria a um encontro da ONU (Organização das Nações Unidas), no qual criticaria a usina hidrelétrica de Belo Monte, a ser construída no rio Xingu (PA). Azelene Kaingáng, filha de indígenas e funcionária da Funai em Chapecó (SC), falaria, nos dias 17 e 19 deste mês, no 10 Fórum Permanente da ONU sobre Questões Indígenas, em Nova York (EUA). Anual, esse é o principal evento da entidade em relação ao assunto." [notícia completa]

3 comentários:

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Amigos do Tupiniquim, indignado. Não podemos deixar de ventilar, denunciar e criticar, anunciando que queremos viver e sonhar que a vida de inclusão com respeito aos povos indígenas a a natureza. Amanhã comento este fato no meu diário de bordo... Abraços com ternura, Jorge Bichuetti

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Amigos, postei no diário de bordo do blog Utopia Ativa, www.jorgebichuetti.blogspot.com, uma reflexão sobre este nefasto fato.
Abraços jorge

Jhu -Ybotira- disse...

Assim como a Funai tem alguns feitos notáveis, um grande amigo meu, índio Pataxó, me disse que há muito ela não vem servindo pra mais nada... é óbvio que não podemos generalizar, mas em grande parte das vezes, leio notícias negativas sobre a Funai. Fico triste com essa situação, mas fico feliz por essa informação estar sendo divulgada e muitos agora terem ciência disso